Arquivo | Teatro RSS feed for this section

COMO QUEIRA no youtube

26 jan

olá amigos!

através do projeto Circulação Cia Adversa (patrocínio Arcelor Mittal/Lei Estadual de Cultura de Minas Gerais) realizamos diversas apresentações do Como Queira em 2010.
seguimos pesquisando e descobrindo novos questionamentos com cada plateia, agradecendo a todos que, assistindo, dividiram conosco presenças, desejos, movimentos, propostas, censuras, se expondo e possibilitando que o espetáculo aconteça.
assistam!
abraços,
Leticia Nabuco
Anúncios

essa 6ª: última !JAM SESSION! do ano

15 dez

“Entre nós” – mostra de resultados

24 nov

Nesta sexta-feira, 26, o Espaço Cultural Diversão & Arte e a Cia. Adversa apresentam o resultado final do Projeto “Entre nós” 2010.  Composto por alunos da rede pública de ensino, com apoio do prêmio Cena Minas e em parceria com a FUNALFA/PJF, o “Entre Nós” é um programa sócio-cultural que se utiliza de práticas artísticas e culturais como instrumento de sociabilização, educação e formação de indivíduos. Suas atividades envolvem dança contemporânea e teatro e têm como objetivo desenvolver uma participação ativa e integrada de adolescentes, muitas vezes excluídos dos mecanismos sociais, além da percepção de uma postura crítica como forma de cidadania e atuação.

As aulas ocorreram ao longo de 2010 e agora é o momento em que os alunos irão exibir o resultado da pesquisa individual e coletiva realizada em conjunto com os próprios colegas e sob a orientação de Letícia Nabuco e Renata Rodrigues. Esta já é a terceira turma formada pelo projeto que se iniciou em 2007 e tem como integrantes adolescentes de diversas comunidades de Juiz de Fora.

Apresentação de Trabalhos Projeto Entre Nós 2010

Dia 26/11, Sexta-Feira, às 18h30

Local: Diversão & Arte Espaço Cultural – R. Halfeld, 1322 – Centro

Entrada Gratuita

O Corpo Cênico – mostra de trabalhos

22 nov

Dia 25 de novembro às 20h, no Diversão & Arte Espaço Cultural, a Mostra Final da Oficina “O Corpo Cênico”, com apresentação aberta ao público de trabalhos criados e desenvolvidos pelos alunos da oficina ao longo destes meses.

Entrada Gratuita

Diversão & Arte Espaço Cultural

Halfeld, 1322 – Centro

Juiz de Fora / MG

32 32130931            32 32130931

contato.diversaoearte@gmail.com

Mutarelli no Teatro

18 nov

Dica de LF “Mirabel” Priamo

Corpo Estranho, peça de Laurenço Mutarelli que estreou em agosto e conta com um elenco de peso, entre eles Pereo e Zé do Caixão. Abaixo o trailer. Em seguida, a peça fatiada em pedacinho eletrônicos.

Continue lendo

On the Mezcla – Beats

17 nov

“Eu vi os expoentes de minha geração destruídos pela loucura, morrendo de fome, histéricos, nus, arrastando-se pelas ruas do bairro negro de madrugada em busca de uma dose violenta de qualquer coisa, “hipsters” com cabeça de anjo ansiando pelo antigo contato celestial com o dínamo estrelado da maquinaria da noite,

que pobres, esfarrapados e olheiras fundas, viajaram fumando sentados na sobrenatural escuridão dos miseráveis apartamentos sem água quente, flutuando sobre os tetos das cidades contemplando jazz, que desnudaram seus cérebros ao céu sob o Elevado e viram anjos maometanos cambaleando iluminados nos telhados das casas de cômodos, que passaram por universidades com os olhos frios e radiantes alucinando Arkansas e tragédias à luz de William Blake entre os estudiosos da guerra, que foram expulsos das universidades por serem loucos e publicarem odes obscenas nas janelas do crânio, que se refugiaram em quartos de paredes de pintura descasca da em roupa de baixo queimando seu dinheiro em cestas de papel, escutando o Terror através da parede, que foram detidos em suas barbas públicas voltando por Laredo com um cinturão de marijuana para Nova York, que comeram fogo em hotéis mal-pintados ou beberam terebentina em Paradise Alley, morreram ou flagelaram seus torsos noite após noite com sonhos, com drogas, com pesadelos na vigília, álcool e caralhos e intermináveis orgias, incomparáveis ruas cegas sem saída de nuvem trêmula e clarão na mente pulando nos postes dos pólos de Canadá & Paterson, iluminando completamente o mundo imóvel do Tempo intermediário, solidez de Peiote dos corredores, aurora de fundo de quintal com verdes árvores de cemitério, porre de vinho nos telhados, fachadas de lojas de subúrbio na luz cintilante de neon do tráfego na corrida de cabeça feita do prazer, vibrações de sol e lua e árvore no ronco de crepúsculo de inverno de Brooklin, declamações entre latas de lixo e a suave soberana luz da mente, que se acorrentaram aos vagões do metrô para o infindável percurso do Battery ao sagrado Bronx de benzedrina até que o barulho das rodas e crianças os trouxesse de volta, trêmulos, a boca arrebentada e o despovoado deserto do cérebro esvaziado de qualquer brilho na lúgubre luz do Zôológico, que afundaram a noite toda na luz submarina de Bickford’s, voltaram à tona e passaram a tarde de cerveja choca no desolado Fugazzi’s escutando o matraquear da catástrofe na vitrola automática de hidrogênio, que falaram setenta e duas horas sem parar do parque ao apê ao bar ao hospital…”

O Uivo,  Allen Ginsberg – recitado em 1955, São Francisco (EUA)

Cia AdVersa – Um abraço para quem fica

3 nov

Arcelor Mittal apresenta: – ENTRADA FRANCA –

%d blogueiros gostam disto: